Oi! :)

Sejam bem-vindos ao meu blog! Sou baiana com alma italiana, absolutamente apaixonada por moda. Acredito em magia, força do universo e acima de tudo acredito no OTIMISMO.

Para saber mais sobre mim é só clicar aqui.

BrunaMarconi.com
Lifestyle

Para a mulher negra nada vem fácil, nem o amor

Para a mulher negra nada vem fácil, nem o amor - BrunaMarconi.com

Para a mulher preta nada vem fácil, nem o amor.

Há dias penso sobre relacionamentos amorosos. Na minha adolescência sempre justifiquei a ausência de namoradinhos, por ter sempre foco nos estudos. Uau, garota estudiosa! Sim eu nunca tive um relacionamento duradouro, todos foram peguetes e na faculdade continuei sempre “focada nos estudos”.

Agora que me vi formada e trabalhando na área que desejo pensei: só falta alguém bacana do meu lado. Mas as possibilidades que haviam na minha frente nunca me assumiriam para a sociedade. Ou seja, não eram possibilidades.

Certa vez um desses babacas da vida me disse que eu estava solteira porque queria, pois eu sou linda e muitos homens iriam me querer (assim como ele estava me querendo). A verdade é que ele só queria transar comigo, assim como alguns outros, então a minha solterisse não é porque eu quero, é porque não me sinto valorizada e respeitada, me sinto um pedaço de carne.

Ai vem aquelas frases prontas que me dão vontade de socar a cara de quem fala.

“Amor mesmo de verdade brota de dentro de si, não do outro”

Ok! Amor próprio é tudo e tendo ele você sai de cada cilada… Mas e quando você já é muito bem resolvida de si e quer o amor de uma outra pessoa? Se amar é bom mas ser amado também é uma forma de fortalecer seu amor próprio.

E como minha amiga Hávata West escreveu recentemente…

“Para a mulher preta nada vem fácil, com o amor não seria diferente. Se é que vem.”

Será que vem? É o que venho me perguntando desde que senti falta de alguém do meu lado.

E eu fico cada vez mais apavorada de como a solidão da mulher negra é real, e de como não temos muito o que fazer diante dessa situação a não ser esperar que algum dia sejamos desejadas para além dos nossos corpos, para além de uma transa.

Hoje eu assumo que nunca tive namorados por ser estudiosa, nunca tive namorados porque a sociedade é cruel.

Arrivederci.

Fashion

Looks do dia de 2016 – Retrospectiva

Looks do dia de 2016 - Retrospectiva | BrunaMarconi.com

Como 2016 foi um ano de total mudança e aprimoramento do meu estilo pessoal, nada mais justo do que uma retrospectiva de looks desse ano que está acabando.

Não vou encher o blog com retrospectivas, nem se preocupem, até porque, não tenho paciência para fazer retrospectivas de tendências, músicas etc. Mas meus looks… Ah! Eles precisam ser lembrados, já que foi em fevereiro que comecei a transformar meu modo de consumir moda e de ver meu estilo.

Estilo é algo mais poderoso do que tendência, do que “estar na moda”. É a mistura de sua essência, de suas vivências que convergem para as roupas que você usa e principalmente para a relação que foi construída em sua mente sobre a moda.

Eu sempre amei me vestir. Desde muito pequena, pegava saltos e echarpes de minha mãe para desfilar no quintal aqui de casa. E desde muito cedo ia na casa da amiga de minha mãe para comprar roupas. Sim, eu escolhia minhas roupas quando era criança, e isso talvez tenha influenciado a minha sensibilidade pela moda.

Este ano, gostaria de ter investido mais em postagens de looks, vocês me pedem muito. Mas foi um ano bem movimentado, cheio de TCC, estresses, expectativas, estágios frustrantes e carteira assinada como assistente de marketing ♥. Foi um ano de encerrar ciclos e começar outros. Mas é claro que no meu diário visual <instagram > postei vários looks e são eles que irei mostrar aqui.

long bob baby! #ootd #outfit #lookdodia #boxbraidstyle #instafashion #fashiom #blogger

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

zombie dance

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

se tivesse marcado não daria certo… 😂

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

Look de ontem, toda trabalhada no pretinho básico 💞 #lookdodia #outfit #ootd #ssalovers

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

vamos de foto antiga, tô bem nostálgica hoje 💕

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

look de algum dia para inspirar vocês pra amanhã 😜 #lookdodia #outfit #ootd #ssalovers

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

siga na contramão { negra loira }

A photo posted by Bruna Marconi (@bruhmarconi) on

Olhando todos esses looks dá para perceber peças repetidas, e peças que hoje já não estão mais usáveis. Não vou afirmar que passei o ano sem comprar nada, mas comparado a 2015, esse ano consumi muito pouco e aconteceu o que tem que acontecer com peças de roupas e sapatos: ficarem velhas. Velhas no sentido de não ter nem jeito para conserto. Usei tudo até não poder mais.

E nesse final de ano estou fazendo o planejamento do meu guarda roupa para 2017. Três calçados que mais usei e abusei já não dá mais para usar, e as roupas que doei e não coloquei nada no lugar por desejar usar minha criatividade para montar looks com o que tinha. E consegui, não é mesmo? Minha missão e meta foram cumpridas e 2017 vem ai com muitas roupas novas, amém! Hahaha

Qual que foi seu look favorito?

Arrivederci.

Lifestyle

4 lições que aprendi no meus 23 anos

Hoje conto as 4 lições que aprendi nesse período de um ano até fazer 23 anos.

Na última quarta-feira celebrei meu aniversário, outro ano se passou e sempre sou muito grata por tudo e fico cada vez mais animada para ver o que o futuro me reserva – ou o que eu reservo para o futuro. Quando olho para os últimos anos percebo que 2016, em particular, foi cheio de aprendizados e surpresas. Alguns dos aprendizados foram simples, mas outros mudaram muito minha vida. Aprendi sobre modelo financeiro, alta performance, conhecimento pessoal e carreira. Não foi fácil, ainda bem, e foi uma jornada incrível de 22 anos. O melhor sempre está por vir.

 

“I had my ups and downs. But I always find the inner strength to cool myself off. I was served lemons, but I made lemonade”

{ Eu tive meus altos e baixos. Mas eu sempre encontro a força interior para me ajudar.
Me serviram limões, mas eu fiz uma limonada }

 

4 lições que aprendi no meus 23 anos

INSPIRA. RESPIRA. NÃO PIRA.

Já falei aqui no blog como a nossa geração não consegue lidar bem com o fracasso, né? Vemos sempre terceiros conquistando o mundo, sendo bem sucedido, os verdadeiros “cases” de sucesso, que o fracasso não é uma opção.

Foi bem difícil para eu aceitar que as coisas não acontecem de uma hora pra outra, de que a pressa é SIM inimiga da perfeição e de que eu precisava ter paciência. Para não pirar, uma das primeiras coisas que fiz foi me questionar o que é ser bem sucedida.

O meu parâmetro de sucesso deve ser diferente do seu, não acha? Mas é claro que existe o parâmetro padrãozinho mundial de que ser bem sucedido é ter sucesso na carreira, financeiro ou familiar/amoroso. Well… Tem gente que acredita que será muito feliz e realizada tendo uma família estável com x filhos e y animais de estimação. Mas tirando esse padrão de vida que nos foi imposto, o que é ser bem sucedido pra você?

E por conta do meu último estágio parei para pensar também em outra coisa: propósito. Qual o seu propósito de vida? Trabalhar com pessoas sem propósito é extremamente chato e desestimulante. É uma coisa bem “qualquer coisa”, “tanto faz como tanto fez”, e estar inserida num ambiente desses me deixou extremamente frustrada. Me fez pensar, por três meses, que todo o mercado de trabalho é assim meio “pombo”. Então para você não pirar de vez com o mundo a sua volta, dê um propósito à sua vida. Dar sentido ou significado, para o que se faz, geralmente conectando o trabalho a uma causa ou a melhorias para a sociedade em geral te fará uma pessoa melhor e menos frustrada. Trust me!

 

MODELO FINANCEIRO MILIONÁRIO

Eu sempre gostei de gastar dinheiro, não importava com o quê: roupa, comida, remédios… Eu só queria gastar! No início do ano tive uma reviravolta dentro de mim e comecei a questionar as roupas que haviam no meu guarda roupa. Iniciando um aprimoramento de estilo e um detox poderoso para eliminar aquelas roupas que nunca usei.

Mas eu continuava amando gastar, não estava gastando tanto em roupas mas gastava em outras coisas. E ai surgiu minha segunda dívida de cartão de crédito. Yep, minha segunda! Eu sempre tive bastante vergonha de falar sobre isso, mas também é um alívio me abrir com você.

Em setembro comecei o coaching e ela me indicou o livro Os Segredos da Mente Milionária. O livro tem o objetivo de te ensinar a ficar rico alterando seus conceitos  pré-definidos sobre dinheiro e fazendo com que você adote hábitos de pessoas bem sucedidas. Independente de ficar rico, aconselho todos a lerem. O autor mostra como os hábitos dos nossos pais e da gente quando criança influenciam hoje o jeito que lidamos com o dinheiro.

Ainda não estou rykah e ainda falto concluir o livro, mas apesar daquela vontade louca de comprar eu me concentro o máximo para não me descontrolar financeiramente.

 

ELIMINE O “EU POSSO, ENTÃO EU DEVO”

Eu sempre fui muito bobinha em dizer “sim” para tudo e todos, mas com o meu primeiro emprego fiquei com receio do meu “sim” acabar sendo muito frequente. Afinal, primeiro emprego, na área que amo, fica fácil se levar com o “dever” de fazer algo que na verdade você não deveria fazer. Por isso eu delimitei espaços. Não caia na pressão do “você tem que se entregar 100% a empresa”. Eu me dedico 100% a empresa de segunda a sexta das 8h às 18h. Depois desse horário eu dedico a mim mesma. É claro que tem situações que o “sim” é muito pertinente e proveitoso, por isso, ter bom senso é fundamental.

Além do trabalho, dizia “sim” a muitos eventos. Palestra de Fulana – SIM! Bazar de Ciclano – SIM! E acabava que não conseguia ir em na metade dos eventos e quando o fazia, ficava esgotada pelo resto do dia. Isso pode ser chamado de fogo on ass, mas atualmente tomei consciência de que o fato deu poder ir, não significa de que devo ir ou de que valha a pena ir.

 

EU PREFIRO SER ESSA METAMORFOSE AMBULANTE

Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Eu mudo mesmo e não vejo vergonha em admitir que mudo de opinião, cabelo e batom. Esse ano briguei tentando estabelecer uma rotina para o blog e acabei me frustrando e não obedecendo nenhuma delas. Eu gosto de escrever quando tenho surtos de inspiração ou emocionais que estimulam minha escrita de forma rápida. Cheguei a conclusão de que produzir conteúdo é minha paixão, mas que ter essa pressão de três postagens na semana ou uma no blog e outra no youtube, só fez com que eu me afastasse daqui. E eu amo isso. Amo muito. Aceitei e abracei que eu sou uma pessoa bem “de lua” e vou deixar o vento me levar com as postagens, até entender a sistemática da minha inspiração e criatividade.

x x x x

Essas foram a 4 lições que aprendi esse ano. ♥

Arrivederci :*

Fashion

Como usar preto no verão 2017

Como usar preto no verão 2017 - BrunaMarconi.com

O pretinho básico nunca sai de moda, disso sabemos! Por isso hoje o post te diz como usar preto no verão com algumas tendências de 2017

A gente nem sentiu, mas o ano de 2016 já está praticamente acabando, a primavera está ai e o verão bate na porta. Junto com eles vem o solzão dos infernos, o calorzão desumano, e aquele pretinho básico pode ser seu best nessa estação que pede peças mais leves.

É de lei, a chegada do verão vir acompanhado de muitas cores e estampas vibrantes, mas eu não sou fã de estampas coloridonas e minha paleta de cores é outono suave, ou seja tons pastéis sempre. Eu e mais algumas pessoas preferimos aquela composição básica e o preto é sempre uma ótima alternativa, e mesmo no verão, temos como aliar essa cor à um look sem derreter no sol.

E para provar que é possível sim usar preto na estação mais quente do ano, confira as inspirações que tirei do Pinterest e aprenda como de usar preto no verão.

 

COMO USAR PRETO NO VERÃO

Processed with VSCO

A fenda é o elemento chave pra deixar qualquer produção mais sensual fresquinha, e elas estão em evidência nas passarelas. Elas são práticas e muito eficientes quando o assunto é dar aquele ar mais feminino ao look. Antes as fendas eram usadas mais à noite, para sair pra uma festinha, mas olha, elas caem super bem de dia e ajuda a sentir menos calor. As saias de fenda vem em comprimentos médios ou longos e está em alta também os vestidões soltos, leves e com fendas.

Processed with VSCO

Croppeds e bodies são outras alternativas de usar preto no verão, basta compor com peças mais frescas como shorts, ou ousar numa calça jeans se o clima não estiver tão from hell.

Processed with VSCO

As peças com transparências também são uma ótima saída para usar preto, com um top + shortinho, já foi! Um look bem descolado, ousado, lindo e PRETO.

Processed with VSCO

Antes de compor um look com peças preta, vale também pensar em seu conforto. Se você realmente não usa preto e sente muito muuuuito calor com peças escuras, se jogue nas cores clarinhas e tecidos finos podendo seguir essas mesmas tendências.

Gostaram?

Imagens retirada o Pinterest

Arrivederci :*

Carreira, Lifestyle

O que vai fazer depois da faculdade?

O que fazer depois da faculdade? - BrunaMarconi.com

Alguém já te perguntou sobre o que você vai fazer depois da faculdade?

Com minha colação de grau chegando, nos últimos seis meses o que mais recebi de pergunta de parentes e amigos foi: já sabe o que vai fazer depois da faculdade? E isso me fez perder foco e confiança em mim mesma. Então parem, apenas parem de perguntar isso para os quase formados, tá?

O fato é que eu sempre fui muito, MUITO decidida do que queria/quero/nem sem mais fazer após a faculdade. Pense numa jovem confiante no 3º semestre achando que saindo da faculdade já iria fazer pesquisa de tendência como job além de ser blogueira profissional.

Não vou dizer que sou iludida, faz bem sonhar grande. Mas do que adianta sonhar grande se não há um planejamento para que o sonho aconteça? E do que adianta sonhar grande se pessoas que convivem com você desconfiam de que você não tirará seu “ganha pão” do que ama fazer? É uma real preocupação, e acho admirável que tenham esse sentimento. Mas olha, isso me atrapalhou, me fez parar, me frustrei toda vez que me perguntavam o que eu ia fazer depois da faculdade.

A menina tão decidida e confiante se acuou em um cantinho que hoje tento libertar.

Outro fato é que a nossa geração não consegue lidar bem com o fracasso, vemos sempre terceiros conquistando o mundo, sendo bem sucedido, que o fracasso não é uma opção. Mas nós aprendemos com o fracasso, com os erros, e muito em breve podemos aplicar os aprendizados desse fracasso para alcançar o nosso sucesso.

Há exatos 45 dias me via aos prantos – literalmente – por não saber que porra eu ia fazer da vida. Foi ai que comecei a fazer coaching e consegui traçar uma meta: trabalhar em uma empresa de moda feminina na área de marketing e comunicação. Em quanto tempo você se vê fazendo isso? Perguntou minha coaching, e eu não soube dizer, porque eu achava que estava longe demais.

Well… Estava tão perto de mim que hoje vejo o quanto eu não acreditava no meu sucesso profissional. O quanto eu estava insegura das escolhas que fiz. Acontece, e isso serve para auto conhecimento e desenvolvimento pessoal.

 

“O que vai fazer depois da faculdade?”

1) Tudo bem se você não sabe o que quer fazer

Dizem que a melhor maneira de achar o que você quer fazer é fazendo tudo que você acha que quer fazer. No meu caso eu pelo menos sabia o que não queria fazer, já eliminando várias coisas, né? E também tenho uma área de atuação geral: moda.

Então pense, o que você não deseja fazer? Tem uma área geral que tenha interesse em atuar?

2) Não desanime com períodos sem progredir em sua escolha

Leva tempo, e talvez leve anos. As vezes achamos que é uma coisa, mas é outra. Não se martirize por isso.

3) Sonhe, sonhe, sonhe e claro, viva o presente também!

Sonhar é fundamental e importante, acredito que os sonhos nos motivam ir além. Mas para que esse longo termo aconteça é necessário traçar metas e objetivos mensuráveis e colocar em ação no dia a dia. Isso irá ajudar a crescer em sua carreira e conseguir alcançar o seu sonho.

4) Esteja aberto a mudanças

A nossa geração está vivendo na era dos nômades digitais e carreiras de portfólio, por isso, a chance da gente ficar em apenas uma indústria ou posição pelo resto de nossas vidas é raríssimo. Tenha a mente aberta e veja no que dá.

5) Yes. You can do this!

Sempre terá mais a se aprender e a mudança é sua única constante. Abrace a atitude do “I can do” e as oportunidades irão encontrar o seu caminho.

Saber o que fazer depois da faculdade não é tão fácil, mas ache o que te dá brilho nos olhos e seja corajoso o suficiente para seguir com esse sonho. A sua paixão irá brilhar e te guiar e com dedicação, trabalho duro e fé você irá amar o que faz para viver.

Acordar 5h da matina para ir trabalhar com sorriso no rosto é possível e está acontecendo comigo!

Arrivederci :*

Imagem: Studio DIY